terça-feira, 1 de outubro de 2013

QUEBRANDO OS PADRÕES MENTAIS


Já percebeu como estamos o tempo todo observando, comparando, julgando, dizendo isso é certo, aquilo é errado e etc... Nós fazemos isso com tanta naturalidade, que nem pensamos muito sobre esse assunto. Acreditamos no nosso ponto de vista e nunca questionamos tal comportamento, nunca avaliamos o outro lado da história! Será que a maneira que eu vejo as coisas é a mais correta? Esse tipo de questionamento é o que devemos fazer antes de criticar alguém ou julgar uma situação.
Na maioria das vezes, colocamos o ego a frente dos acontecimentos e distorcemos a situação, pendendo a oportunidade de resolver um problema de uma forma mais tranqüila, com mais entendimento.  Quantas amizades que se desfazem por deixarem que o ego se torne mais importante que a amizade verdadeira que existe entre os dois, quantos casais que se amam, mas acabaram ficando cegos diante da vaidade e do ego e não enxergando o quanto um é importante para o outro e que o sentimento deles, o amor que sentem um pelo outro, está acima de qualquer obstáculo.
Toda essa coisa de ego, vaidade, enfim; seja lá o que for, não tem a menor importância diante do que somos de fato. Todo esse sofrimento que as pessoas se deixam levar pode ser mudado, deixa de existir, quando mudamos a forma de pensar e o valor que damos para certas situações. Na verdade, São padrões de pensamentos criados pelo homem e que começamos a enxergar como se fosse a nossa verdade absoluta. A distinção do que é certo ou errado, depende muito do que é conveniente para nós. O que é certo para mim, pode não ser certo para você! Isso acontece, porque o outro que acredita que está perdendo algo, não aceita. Por isso na visão dele, o que você fez não está certo. Então podemos dizer que o certo ou errado, depende do ponto de vista de cada um. O que precisamos, é ter o bom senso e a consciência para não sermos egoístas e acabar prejudicando pessoas próximas, para satisfazemos os nossos interesses.  Temos que lembrarmos, que vivemos em sociedade e as vezes precisamos abrir mão de algo, para um bem geral de todos, desde que isso não seja tão importante na sua vida, é claro!
Quando expandimos nossa consciência, mudamos a forma de enxergamos as situações, passamos a ter mais controles dos nossos pensamentos e portanto, podemos controlar melhor cada emoção que os pensamentos São capazes de gerar em nós!
Postar um comentário